Quando nos vemos muito atarefados, sem tempo para colocar o trabalho em dia e muito menos para colocar em prática um hobby ou viver momentos de lazer, é comum falarmos coisas como: “o dia tinha que ter 48 horas para eu dar conta de fazer tudo o que quero”.

No entanto, quando pensamos isto, acreditamos que num dia com 48 horas nos seriam exigidas as mesmas 8 horas diárias de trabalho (isto considerando que você é um profissional que trabalha 40 horas semanais). Mas em realidade, se o dia tivesse o dobro de horas é quase certo que nos seria exigido o dobro de horas de trabalho, o dobro de produtividade e nos seria extraída o dobro de mais-valia.

O capitalismo é tão filho da puta que nos faz crer que é impossível um sistema onde trabalhemos menos, nos fazendo desejar que o planeta faça giros mais lentos em volta de seu próprio eixo.

Ateia em tempo integral. Artista nas horas vagas. Aprendiz de Marxismo.